Viver para sempre?

Não, viver para sempre não é uma opção, não tenho essa escolha. Gostava, apenas, de viver bem enquanto cá estou. E o que é para mim viver bem? Estar tranquila com o corpo que tenho e com a pessoa que sou, viver em paz com todos os que me rodeiam, ter uma família feliz e segura, uma casa bonita onde sinta conforto e ter a capacidade de sorrir sempre, mesmo no meio da tempestade.

Fácil? Nada é fácil. Admito que nunca passei muitas dificuldades na vida e que o cancro trouxe exactamente uma lição de vida. Consigo avaliar o cancro e tentar ver um lado positivo: dar mais valor a mim própria e à minha vida. Sei, agora, que a vida pode ir num sopro e, se há coisa que eu não quero, é perder a minha vida.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>