Conversas #4

Conversar sobre o cancro pode ser útil, mesmo que tenhamos que lidar com medos. Liberta-nos de algumas dúvidas, pode gerar outras que mais tarde serão desvendadas, faz-nos perceber que não estamos sozinhos, liberta-nos de emoções, enfim.

Se ainda me custa? Custa. Não o faço com ninguém, pelo menos, de livre e espontânea vontade. Às vezes, nem nas consultas consigo libertar a angústia que sinto. E, agora, a enfermeira sugeriu que faça o penso da cicatriz em casa. Estou com tanto medo de me ver ao espelho, não sei o que esperar, não sei qual será o aspecto…

Conversem comigo. Partilhem a vossa experiência.

 

Mariana

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>